Estudantes brasileiros/as no Curso de verão de língua e cultura galegas

Hoje dia 1 de julho começa na Galícia o Curso de língua e cultura galegas para estrangeiros.  A Universidade do Estado do Rio de Janeiro não pode estar melhor representada neste ano, e três são os/as estudantes e pesquisadores/as que vão participar nesta edição:  Thayane Gaspar,  Fernanda Lacombe Sebastião Lindoberg.

Thayane Gaspar é  graduada em jornalismo e escritora  de romance de ficção em português brasileiro. Assim, publicou Princesa de Gelo (2012) e Mitral: o esconderijo do mundo (2013), além de contribuições em obras coletivas. Ademais , cursa Letras na UERJ, onde foi aluna das quatro matérias de língua, literatura e cultura galega oferecidas no Instituto de Letras. Como pesquisadora, tem trabalhado com o olhar na literatura medieval, apresentando a sua pesquisa no I Congresso Brasileiro de Estudos Galegos, que teve lugar neste 2015 em Salvador de Bahia, e nas Jornadas das Letras Galegas 2014 e 2015 acontecidas na UERJ. Também é habitual colaboradora no blog Quilombo Noroeste, onde já publicou as suas pesquisas A poesia do olhar medievalO feminino nas identidades brasileira e galegaO celtismo na literatura galegaGalícia: a terra nai do adeus e a sua criação literária Árvore sem raízes. Atualmente é bolsista de Iniciação Científica em estudos de identidade, e a sua pesquisa é relacionada com a criação da identidade galega através do celtismo na obra de Cabanillas, e a sua comparação com a obra literária de vários poetas portugueses e irlandeses.

Fernanda Lacombe é estudante de Letras na UERJ, onde foi aluna das quatro matérias de língua, literatura e cultura galega oferecidas no Instituto de Letras. Ademais, faz pesquisa sobre os contos populares galegos dos Séculos Escuros, e as representações da mulher neles. Tem apresentado as suas pesquisas em vários congressos neste último ano: XI Congreso Internacional de Estudos Galegos em Buenos Aires, e I Congresso Brasileiro de Estudos Galegos em Salvador de Bahia e também nas Jornadas das Letras Galegas 2014 e 2015 acontecidas na UERJ. Colaborou no Quilombo Noroeste com Os contos populares galegos e brasileirosA representação feminina nos contos populares galegos e brasileiros e História em quadrinhos: a história da língua galega. Atualmente é estudante de intercâmbio na Universidade de Coímbra (Portugal).

Sebastião Lindoberg cursa atualmente Mestrado em Literatura Portuguesa na UERJ. Possui graduação em Letras pela Universidade Veiga de Almeida (2011), Pós graduado (lato sensu) em Filosofia Moderna e Contemporânea pela Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro (2012) e Língua Latina (UERJ-2014). Atualmente Graduando em Língua Latina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Portuguesa do século XX. Tem interesse em pesquisas que relacionem Filosofia e Literatura, com especial enfoque à temática Teopóetica; bem como as relações entre Religião e Sociedade. Atualmente é professor concursado da Secretaria de Educação do Município do Rio de Janeiro. Com relação á Língua e Cultura Galegas, Sebastião fez o Curso de Galego para estrangeiros também no ano 2014.

Desde o Programa de Estudos Galegos desejamos tudo de bom nesta experiência a Thayane Gaspar, Fernanda Lacombe e Sebastião Lindoberg. Acreditamos que com a sua estadia na Galícia e a realização do Curso de verão vão continuar afiançando a sua pesquisa e a sua formação no amplo mundo dos estudos galegos. E, aliás, vão contribuir a um melhor conhecimento da Galícia pelos brasileiros/as, e do Brasil pelo povo galego, algo também fundamental para aumentar o contato entre dois países que tem tanto em comum.

Mais informação sobre o Curso de língua e cultura galegas para estrangeiros, organizado pela Real Academia Galega:

Os Cursos de lingua e cultura galegas para persoas de fóra de Galicia veñen celebrándose de maneira ininterrompida desde o verán de 1988. Nos primeiros anos foron organizados polo Instituto da Lingua Galega (ILG) da Universidade de Santiago de Compostela, co apoio da Dirección Xeral de Política Lingüística da Consellería de Educación da Xunta de Galicia. A partir de 1993 a devandita Dirección Xeral (hoxe Secretaría Xeral) estableceu un convenio coa Real Academia Galega (RAG), a través do seu Seminario de Lexicografía, e coa colaboración do ILG, para as tres institucións organizaren conxuntamente uns cursos que teñen como finalidade proporcionarlles ás persoas participantes a oportunidade de se familiarizaren coa lingua galega e coa realidade sociocultural de Galicia.

Estes cursos están dirixidos a alumnado e profesorado universitario que estea interesado na lingua, na literatura e na cultura galegas e, de maneira particular, o vinculado aos centros de estudos galegos das universidades de fóra de Galicia, aínda que están abertos a calquera persoa maior de idade de fóra de Galicia.

O programa dos cursos inicial e medio consta de clases de comprensión e expresión escrita e oral. O curso superior de lingua e literatura galegas constará de varios seminarios, que tratarán sobre os seguintes temas: problemas de lingüística galega; textos e autores da literatura galega contemporánea; formación e historia social da lingua galega; variación e cambio lingüístico no galego actual.

Ao mesmo tempo, están programadas actividades de ampliación cultural, que consistirán fundamentalmente en conferencias sobre literatura, historia e outros eidos da realidade sociocultural de Galicia, así como na proxección de películas e documentais. Estas actividades realizaranse de maneira conxunta para o alumnado de todos os niveis.

Estes cursos contribuíron de maneira moi importante a que hoxe a lingua e a literatura galegas teñan presenza en moitas universidades non só de Europa, senón tamén de América, Asia e Australia, e serviron de impulso para o estudo e a investigación sobre a cultura galega en todo o mundo. Esa presenza internacional, xunto cos moitos centos de persoas de moi diferentes nacionalidades que se expresan con toda naturalidade e normalidade en galego cando visitan Galicia, constitúe tamén un factor moi importante de prestixio para a nosa lingua e para a nosa cultura e, por tanto, un elemento de normalización moi relevante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s